NOISERV

TAGV - Teatro Académico de Gil Vicente [Coimbra]
sábado, 20 de Maio de 2017
21:30

Desde 2009, altura em que, pela primeira vez, a Lugar Comum acolheu um concerto de noiserv, que o percurso ímpar deste músico português vinha avolumando o desejo de o voltar a fazer. 



Com cerca de 12 anos de existência, noiserv, “homem-orquestra”, ou banda de um homem só, tem vindo a afirmar-se como um dos mais estimulantes projectos da nova geração de músicos portugueses. No currículo conta com o bem sucedido disco de estreia “One Hundred Miles from Thoughtlessness” [2008], o EP “A Day in the Day of the Days” [2010], e “Almost Visible Orchestra” [2013], recentemente reeditado internacionalmente pela editora francesa Naïve, casa-mãe de projectos como Yann Tiersen, M83, entre muitos outros. O mais recente "00:00:00:00", de 2016, é um disco diferente daquilo a que noiserv nos tem habituado. A “orquestra de sons”, que tão bem lhe conhecemos, deu lugar ao som de um piano tocado a muitas mãos, enquanto da sua voz vemos sair, nos temas não instrumentais, histórias em português.



Dia 20 de Maio, pelas 21:30, será uma oportunidade única para assistir, no Teatro Académico de Gil Vicente, à apresentação do novo disco, bem como à revisitação dos álbuns anteriores.


----------------------------------------------------

"(...) rodeado de botões, teclados, metalofones e quaisquer objectos que produzem o som certo para determina canção, ou sentado simplesmente ao piano, David continua a ser um só homem (com o charme de um homem só)." - Ípsilon

"A paleta de sons no catálogo de Noiserv pode ser muito extensa, mas há um traço que acompanha todas as criações: o apuro nas composições e a marca da introspeção." - Jornal i

"Noiserv deixa para trás a roupagem electrónica, atira com o inglês às urtigas e surpreende com um disco feito exclusivamente de piano e cantado em português. Uma transformação total ainda que, por entre estas faixas, se distinga a caixa musical noiserviana que o compositor português tratou de construir com habilidade de carpinteiro." - Deus Me Livro

----------------------------------------------------

:: Bilhetes
8€ (≤ 25 anos, Estudante, ≥ 65 anos, Grupo ≥ 10 pessoas)
10€ (geral)

A subscrição anual da condição de "Associado Lugar Comum", no valor de 5€, permite o acesso a descontos e outras vantagens.

:: Reservas
bilheteira@tagv.uc.pt | 239 855 636
(segunda a sábado, 17h00-22h00)
Uma organização da Lugar Comum, em colaboração com o TAGV.

Evento de Facebook: [ link ]

organização / produção: Lugar Comum
colaboração: TAGV
apoios: Câmara Municipal de Coimbra / Rádio Universidade de Coimbra

PASCAL PINON

CAV - Centro de Artes Visuais [Coimbra]
quinta, 9 de Março de 2017
21:30

Com apenas 14 anos, as gémeas islandesas Jófríður e Ásthildur Ákadóttir formaram o projecto Pascal Pinon. Tendo desde muito cedo atraído o interesse da label berlinense Morr Music, viriam a editar um primeiro álbum homónimo (2009), caracterizado pela adolescência das harmonias e a utilização de um vasto acervo de teclados, xilofones e mesmo caixas de música, que o situavam na geografia delicada da twee folk.



"Twosomeness" (2013), o álbum que se seguiu, foi produzido por Alex Somers (Sigur Rós, Julianna Barwick), cuja intervenção ao longo do processo de gravação, viria a dotá-lo da densidade que faltara ao antecessor. O recurso a elementos electrónicos e a convivência com o legado de Bjork e dos Sigur Rós, renderam às jovens islandesas um rol de elogios por parte da crítica, que então assinalou a sua rápida maturidade sonora.



Foi preciso esperar mais três anos pela edição de "Sundur (2016), resultado do reencontro de Jófríður e Ásthildur, após um período em que a primeira formou um projecto de electrónica (Samaris), ao passo que a segunda frequentou um curso de música clássica em Amesterdão. Deixando para trás a estética do álbum precedente, "Sundur" marca um retorno à essência da escrita de canções, em torno de narrativas folk islandesas e de uma ideia de afastamento e proximidade,que pautou a vida das duas irmãs nos últimos anos.



Pela primeira vez em Portugal, as Pascal Pinon trazem consigo aquele que é o seu álbum mais cru, e o que melhor define a sua identidade, após um percurso de 7 anos. Ocasião para um há muito aguardado encontro com uma das referências actuais da música e tradição folk islandesa.


----------------------------------------------------

"They may have been apart for a while, but Sundur is proof that the musical connection between the two sisters is as strong as ever." - The Line of Best Fit


----------------------------------------------------

:: Bilhetes
4€ (associados Lugar Comum)
5€ (geral)

A subscrição anual da condição de "Associado Lugar Comum", no valor de 5€, permite o acesso a descontos e outras vantagens.

:: Reservas
Através do e-mail: lugarcomum.pt@gmail.com (mediante envio de indicação do nome completo + nº BI para posterior confirmação)

Os bilhetes reservados deverão ser confirmados e levantados no dia do concerto, no CAV - Centro de Artes Visuais (Pátio da Inquisição), entre as 21h00 e as 21h25.

Uma organização da Lugar Comum, em colaboração com o CAV – Centro de Artes Visuais.

Evento de Facebook: [ link ]

organização / produção: Lugar Comum
colaboração: CAV - Centro de Artes Visuais
apoios: Câmara Municipal de Coimbra / Rádio Universidade de Coimbra